Ayuntamiento de Badajoz

Natal 2014

Natal são pessoas, Natal é cidade

Parece que foi ontem e já estamos mais uma vez no Natal. O tempo passa, cada vez somos mais velhos, alguns faltam, outros chegam e a vida a seguir. Com seus erros e acertos, com as tristezas e as alegrias. A vida é assim. Uma bendita rotina que não se escapa de sobressaltos e surpresas, uma emocionante aventura onde descobrimos cada dia que o mais importante é a família, os amigos, as pessoas porque são precisamente elas que conseguem que tudo faça sentido. São as pessoas as que fazem cidade, as que constroem uma comunidade, as que convertem o aborrecimento em emoção, a paragem em caminho e a solidão em companhia. O Natal tem muito a ver com as pessoas. A própria mensagem do Natal põe as pessoas em foco. As virtudes, as excelências, a emoção, a memória, a esperança, o sonho são sentimentos e experiências que habitam no mais profundo das pessoas, que só nelas adquirem vida, adquirem transcendência.

A mensagem do Natal tem a ver com a generosidade, com a paz, pensar nos outros, partilhar, com a solidariedade, com o entendimento, com o projeto comum dos povos, com a integração, com o futuro. A mensagem do Natal, porque tem a ver com as pessoas, dirige-se a todos nós. Não importa que não acredites, que te sintas por cima das celebrações ou ritos que a rodeiam, que penses que estás à margem. Não podes. Não deves. Porque é uma mensagem, além de universal, apegada à humanidade das pessoas. Obtém o seu sentido precisamente no momento em que são as pessoas quando recebem o que contem essa mensagem quem decide construir sobre os seus alicerces. Uma sociedade que pretende crescer sem os valores universais que tanto têm a ver com o Natal é uma sociedade condenada ao fracasso. Todo o mundo quer a paz, a solidariedade, a generosidade, o amor e a esperança. São palavras, conceitos tão batidos que há gente que se envergonha ao falar deles ou que prefere tentar sobreviver à margem deles. A sua opção é respeitável mas, felizmente, a esmagadora maioria cremos em tudo o que envolve o Natal, em tudo o que nos descobre, em tudo o que nos faz pensar.

E o Natal, aliás, permite que uma cidade como a nossa reviva emoções que nunca se perdem, lembrar-se daqueles que já se foram embora e saiba partilhar com os que ficaram aqui, com os que ainda estão. E partilhamos o que temos e o que podemos mesmo sabendo que o mais importante é querer partilhar. Badajoz, no Natal, partilha as suas melhores horas do ano. As partilha em sociedade, em amizade, em fraternidade sem paliativos. Badajoz, no Natal, com as suas luzes, os seus presépios, o seu mercado, a sua música, o seu comércio, a sua frenética atividade e, certamente, a sua formosa Cavalgada (desfile) de Reis Magos, faz da cidade um lugar especial.

Francisco Javier Fragoso Martínez
Presidente da Câmara Municipal de Badajoz

Câmara Municipal de Badajoz
Plaza de España, 1 - 06002 Badajoz (Espanha)
Telf. (+34) 924 21 00 00
subir