Monumentos

Claustro del Museo de la Ciudad O Museu da Cidade de Badajoz, inaugurado em 2001, surgiu como um espaço inovador em nosso território que pretende converter-se em guia para o conhecimento, divulgação e interpretação do passado, presente e futuro da cidade de Badajoz. O museu se estrutura sobre a chamada Casa Luis de Morales situada na rua San Pedro de Alcântara, em pleno Casco Antigo da cidade e inclui em suas instalações um edifício anexo de planta nova. No andar de baixo desse novo anexo se abrirá uma sala de exposições de 400 metros quadrados com entrada pelo Museu e com acesso directo desde a nova praça que coroa o estacionamento subterrâneo. Esta sala de exposições albergará os acontecimentos cotidianos de interesse para a cidade como um complemento vivo e actualizado pelos conteúdos do Museu. O Museu inclui recepção, espaço previsto para serviços didáticos, atenção a grupos, cafetería, loja do museu e pequeno centro de documentação. Em sua primeira sala denominada “Badajoz século XXI” se resumem com um áudio-visual e painéis informativos todos os conteúdos do Museu, sua estrutura em salas temáticas e recursos expostos. Esta sala se completa com um espaço dedicado a Luis de Morales e sua obra. A seguinte sala se denomina “500 anos de historia”, com ela se pretende contextualizar os acontecimentos ocorridos nesse período na cidade de Badajoz através de um grande cronograma que relacionará com outros acontecimentos ocorridos na Espanha e no mundo, a fim de situar essas efemeridades frente aos fatos históricos conhecidos. Esta sala dá continuidade a um espaço denominado “Badajoz antes de Badajoz” no qual se pretende mostrar os primeiros tempos da cidade de Badajoz, desde a pré-história até a fundação islâmica da cidade. Este espaço se configura em três eixos de informações: Pré- história, Proto- história e Roma, e antiguidade tardia. Batalyaws, a fundação islâmica da cidade e os reinos de taifas configuram o seguinte espaço no qual se recriaram dados relativos ao nascimento de Badajoz, seu esplendor cultural, político e religioso, assim como a criação dos principais elementos arquitetônicos que definem as bases do actual traçado da cidade: Alcáçova, muralhas árabes e os primeiros traçados urbanos. O seguinte espaço, que abarca desde a idade média até a independência de Portugal, aborda um dos períodos de maior importância já que se amplia e re-configura a estrutura da cidade, mas, sobre tudo, a dota de elementos que geraram a cidade e que hoje conhecemos: pontes, portas principais, linhas defensivas da cidade, edifícios religiosos, câmaras municipais, hospitais, açougues, paiois, etc. Neste período de muita agitação na cidade, se determinaram alguns acontecimentos históricos de grande transcendência para toda a Península Ibérica que são refletidos nesse espaço. Com o nome “Badajoz Desejada” se abordam na seguinte sala os numerosos conflitos e acontecimentos bélicos que ocorreram em Badajoz e que tiveram como protagonista numerosos exércitos, interesses e países participantes que marcaram notavelmente o carácter militar de uma cidade de periferia e fronteiriça. Com o espaço de “Personalidades Históricas”, a cidade presta homenagem a muitos de seus filhos nascidos e adotados pela cidade que transcenderam o limite da mesma ou suporiam por suas ações um marco importante para Badajoz. “Badajoz século XX” representa um repasso por um recente período que marcou uma das épocas mais importantes de transformação da cidade com um desenlace no ultimo quarto de século, no qual se configuram as actuais estruturas culturais, demográficas, políticas, administrativas, sociais, econômicas, e de toda ordem. “Badajoz centro na Europa” pretende mostrar o importante impacto que resultou para a cidade a integração européia e a grande transformação produzida em Badajoz pelo fato de passar de ser uma cidade periférica e marginal nas grandes vias de comunicações e atividades econômicas e humanas da Península, a converter-se no centro do eixo de grande desenvolvimento: Madrid- Lisboa- Sevilla, como capital do sudoeste peninsular com uma grande comunidade rural dependente estendida em grandes territórios de Espanha e Portugal. “O Patrimônio de Badajoz”é um espaço final de apresentação dos recursos que Badajoz oferece ao visitante: patrimônio histórico, cultura, festas, tradições, gastronomia, comercio e serviços, convertendo-se em um convite permanente para aprofundar- se no tema e, ao mesmo tempo, configurando o Museu como ponto de partida de outros interessantes percorridos pela cidade. Um grande áudio-visual fechará a visita ao Museu ressaltando o carácter aberto dos pacenses, seu notável papel como anfitrião e a diversidade de cores que a cidade sempre oferece ao visitante. Os recursos utilizados no Museu apóiam-se principalmente em recursos áudios-visuais, interativos, painéis informativos, vitrines que recreiam objetos ou elementos de acordo com o discurso expositivo, assim como contados objetos históricos que, por sua especial relevância ou significado para a cidade, ampliarão e darão testemunhos da narração realizada.
  • Diseño del Museo de la Ciudad
  • Museo Luis de Morales
  • Museo de la Ciudad Luis de Morales
  • Museo de la Ciudad (interior)
  • Plaza de Santa María y Museo de la Ciudad
Câmara Municipal de Badajoz
Plaza de España, 1 - 06002 Badajoz (Espanha)
Telf. (+34) 924 21 00 00
subir