Mobilidade Sustentável

Mais Conselhos Gerais

Adaptação do texto  How to not get hit by cars, de Michael Bluejay

Evite as ruas concorridas


Um dos erros mais graves que as pessoas cometem quando começam a andar de bicicleta é usar as mesmas ruas que usavam quando iam de carro. Normalmente é melhor escolher ruas com menos carros e onde eles andem mais lentos. Esta claro que os ciclistas têm direito à calçada, mas isto serve de pouco consolo quando se sofres um acidente. Leve em conta o longe que tu podes chegar com esta estratégia: se tu aprendes bem tuas ruas, tu verás que em muitas cidades podes circular pelas ruas secundárias para chegar na maioria dos lugares,  apenas cruzando as ruas mais concorridas ao invés de circulando por elas.


Acenda as luzes

Muito evidente? Bom, se é, por que uma boa parte dos ciclistas ainda circula de noite sem luzes? As lojas de bicicletas têm luzes traseiras vermelhas intermitentes por 15 euros ou menos. Os faróis não são tão bons, já que a maioria dos faróis de bicicleta tem umas pilhas de curta duração (normalmente só umas poucas horas). Uma solução é uma lanterna de diodos que dura 15 horas com pilhas recarregáveis AA (inclusive com alcalinas). O segredo da duração da pilha é que a luz prove de quatro LED (siglas correspondentes a light emitting diode) brancos que mal consomem pilhas em comparação com as luzes incandescentes estandartes. Talvez tu precises improvisar uma maneira de montar a lanterna no guidom já que alguns modelos não foram desenhados pensando nas bicicletas.


Circule como se tu fosses invisível

Assuma que os automobilistas não sabem que tu estás aí e circule de maneira que não batam em ti, mesmo que não te vejam. Não se trata de SER invisível, mas ser irrelevante que os carros te vejam ou não. Se tu circulas de maneira que um carro tenha que te ver para evitar chocar contigo (por exemplo, reduzindo a velocidade ou mudando de pista) isso significa que, caso ele não te veja, te atropelará. Mas se tu permaneces fora do caminho do carro, ele não baterá em ti, mesmo que não te veja.

Em estradas com tráfego muito rápido, os carros têm menos tempo para ver-te porque se aproximam muito depressa. Tu deves evitar estradas rápidas, a menos que haja um espaço suficientemente grande para um carro e uma bicicleta juntos. E se HOUVER esse espaço, tu deves então praticar a invisibilidade circulando próximo à direita. Se tu estiver longe o suficiente do espaço correspondente aos carros, eles passarão sem tocar-te mesmo que não te vejam.

Outro exemplo: sinalizar que vai virar à esquerda é uma boa idéia, mas é uma idéia melhor que virar à esquerda no momento ou no lugar em que não haja carros atrás de ti que possam te bater enquanto tu estiver parado esperando para virar. Tu podes estar plantado no meio da rua, parado, com o braço esquerdo estendido esperando para virar, contando com que os carros atrás de ti irão te ver e pararão. Se não te vêem, tu terás um problema.

Certamente não defendemos ultrapassar os semáforos vermelhos, mas se tu és do tipo de pessoa que o faz, pelo menos aplique o princípio de invisibilidade quando tu decidir ultrapassar: poderia o tráfego de carros bater em mim se eu fosse invisível? Se a resposta é sim, não duvide em não cruzar. Nunca obrigue a um carro a reduzir a velocidade para evitar chocar contigo (esteja o semáforo em vermelho ou não). Lembre: quanto mais tu confias em que os carros te vejam para que não choquem contra ti, mais possibilidades existem que o façam.

Lembre, não tente SER invisível, só circule assumindo que os carros não te vêm. Certamente tu QUERES que te vejam, logo tu deves ajudar-lhes nisso. É por isso que tu deves fazer gestos para os automobilistas que podem estar vindo em tua direção e ir iluminado durante a noite como uma árvore de Natal (use luzes dianteiras e traseiras).

Existem exceções para circular como se tu fosses invisível. Por exemplo, com freqüência tu terás que ocupar uma pista completa em lugar de circular próximo a direita, pelas razões explicadas a seguir.


Ocupe a pista por completo quando for necessário

Mesmo que com freqüência tu prefiras circular próximo a direita para se manter fora do caminho dos carros que te antecipam, pois normalmente é mais seguro ocupar a pista por completo ou, pelo menos, movimentar-se um pouco à esquerda. Como tu vês no desenho 1 mais em cima, circular um pouco à esquerda permite aos carros que estão nos cruzamentos e intersecções ver-te melhor.Tu também deves ocupar a pista por completo se os carros te ultrapassam muito próximos. Isso obriga que os carros te vejam e, reduzam a velocidade, assim como mudar de pista. E como foi dito, se tu estás em uma rua onde há carros bloqueados atrás de ti todo o tempo ou mudando de pista para se esquivarem de ti, então tu provavelmente estás na rua equivocada e deverias encontrar mais uma rua tranqüila.

Além disso, é perfeitamente legal que ocupes a pista. A lei diz que tu tens que circular tão à direita quanto seja possível. A seguir há algumas coisas que fazem “impraticável” circular próximo à direita.

1. Os carros ultrapassam muito perto de ti. Se a pista é muito estreita para que os carros te ultrapassem de maneira segura, mova-se para a esquerda e ocupe a pista por completo. É perigoso que os carros passem tão perto de ti.

2. Os carros estão estacionados no lado direito da calçada. Se tu circular muito perto deles tu vais bater em alguma porta caso alguém saia do carro. Mova-se para a esquerda.

3. Tu estás em uma zona com muito tráfego e com muitas ruas laterais, estacionamentos ou acessos na tua frente e a tua direita. Os carros que viram à esquerda não te verão porque estão atentos ao tráfego no meio da calçada, e não em um extremo dela. Mova-se para a esquerda. Olhe o desenho da batida número 1 mais em cima.

Se tu leste com atenção, tu terás te dado conta de que é arriscado tanto circular próximo à direita como ocupar a pista. Se tu quiseres uma norma inapelável, sinto muito, porém não é tão simples. (Leve a sério muitos de nossos outros conceitos já mencionados mais a cima pois funcionam cem por cento das vezes.) Se tu circulas todo o caminho pela direita, tu te arriscas a bater com uma porta, e faz com que seja difícil que os carros te vejam nos cruzamentos e as intersecções. Mas se tu ocupas a pista e um carro não te vê, te atropelará sem dúvida. Para ter mais possibilidades de que te vejam enquanto tu ocupas a pista, ande sempre iluminado como uma árvore de Natal e circule por ruas secundárias quando puder, já que nelas os carros irão mais devagar e, portanto se aproximarão por detrás de ti mais lentamente, tendo assim mais tempo para te ver.


Obrigado Por ler isto e pedales com segurança!

Tradução de Ángel Postigo (ao espanhol)
Graças a Eusebio Cano e Juan Merallo pela adaptação ao contexto espanhol

Ayuntamiento1- Corresponde, em Portugal, a Câmara Municipal


 

Câmara Municipal de Badajoz
Plaza de España, 1 06002 Badajoz, Espanha
Telf. +34-924210000
subir